Connect with us

Pop

Alec Baldwin chega a tribunal para início de julgamento por homicídio culposo após disparo em set de 'Rust'

Published

on


Ator enfrenta julgamento quase três anos após disparo de arma manuseada por ele matar a diretora de fotografia Halyna Hutchins em ensaio de gravação de filme. O ator Alec Baldwin chega acompanhado do advogado Luke Nikas a tribunal em Santa Fe para início de julgamento por homicídio culposo
AP Photo/Ross D. Franklin
O ator americano Alec Baldwin chegou ao tribunal do Novo México nesta terça-feira (9) para o início de seu julgamento por homicídio culposo após o disparo fatal que matou uma mulher no set onde filmavam “Rust”.
Em 2021, a estrela de Hollywood apontava um revólver para a diretora de fotografia, Halyna Hutchins, durante o ensaio para uma cena do filme, quando a arma disparou uma bala que a matou.
Baldwin, de 66 anos, disse que não sabia que a arma estava carregada e que não puxou o gatilho.
Os promotores alegam que ele agiu de forma irresponsável no set e mudou repetidamente sua versão dos fatos desde o trágico incidente de 21 de outubro de 2021.
Várias tentativas da defesa de Baldwin de arquivar o caso falharam. A seleção do júri teve início na manhã desta terça-feira (9).
Em uma prova dos desafios de um caso tão midiático, apenas um par dos jurados pré-selecionados levantou a mão quando o juiz perguntou quem não tinha escutado nada sobre o disparo no set de “Rust”.
Com a fama de Baldwin e a raridade das mortes nos sets de indústria com altos níveis de controle nos Estados Unidos, a história chamou a atenção internacional.
Também polarizou opiniões: de um lado há quem veja Baldwin, um ator que desconhecia que a arma tinha uma bala verdadeira, como vítima, e de outro, aqueles que consideram a morte uma consequência de seu comportamento supostamente irresponsável.
“Ver o comportamento do Sr. Baldwin no set de ‘Rust’ é ver um homem que não tem absolutamente nenhum controle sobre suas emoções e não se preocupa como seu comportamento afeta as pessoas ao seu redor”, disse a promotora especial Kari Morrissey.
Se for considerado culpado, o ator pode pegar até 18 meses de prisão. Resta saber se ele falará em sua defesa.
Os argumentos iniciais de ambas as partes devem ser apresentados na quarta-feira (10). O julgamento deve durar cerca de dez dias.
Regras básicas de segurança
A morte de Hutchins ocorreu em uma tarde ensolarada em uma pequena capela que faz parte do Rancho Bonanza Creek, a cerca de 30 quilômetros de Santa Fé.
Baldwin ensaiava uma cena na qual seu personagem, um foragido encurralado em uma igreja, saca seu revólver.
O ator afirma que lhe disseram que a arma estava “fria”, o que na gíria do cinema significa sem munição e segura para uso.
Balas reais são proibidas em sets, e Baldwin argumenta que não é sua responsabilidade, como ator, verificar se a regra foi respeitada.
O julgamento de Hannah Gutierrez, a jovem armeira (responsável por fazer manutenção das armas) de ‘Rust’, revelou vários dos argumentos que a acusação utilizará contra Baldwin, um dos produtores do filme. Em abril, Hannah foi condenada a 18 meses de prisão.
Na época, os advogados de Gutierrez disseram que Baldwin “violou algumas das regras mais básicas de manuseio de armas que existem”.
“A conduta de Alec Baldwin e a sua falta de segurança no manuseio de armas dentro da igreja naquele dia é algo pelo qual ele terá de responder”, disse Morrissey.
Ponto para a defesa
O ator Alec Baldwin chega a tribunal em Santa Fe para início de julgamento por homicídio culposo
AP Photo/Ross D. Franklin
Baldwin compareceu ao tribunal vestindo terno escuro, óculos e cabelo curto.
Na audiência preliminar, sua defesa marcou um ponto quando a juíza Mary Marlowe Sommer descartou utilizar as responsabilidades adicionais de Baldwin como produtor executivo de ‘Rust’ para incriminá-lo.
Mas levar o caso ao tribunal já é uma vitória para a acusação, que enfrentou várias tentativas da defesa do ator para impedir o julgamento. Em uma delas, apresentou o argumento de que o FBI danificou a arma em testes periciais.
O FBI concluiu que a arma não teria sido disparada sem que o gatilho fosse puxado, o que a defesa alega que não pôde contestar devido ao que aconteceu com o revólver.
O argumento não convenceu a juíza, que decidiu prosseguir com o julgamento.

Anúncios

Pop

Episódio de 'Os Simpsons' com atirador em comício é suspenso por canal britânico um dia após atentado contra Trump

Published

on


O episódio nem cita, nem faz referências a Trump. Mesmo assim, a emissora suspendeu a exibição por possível semelhança. Cena de episódio de ‘Os Simpsons’
Reprodução
A emissora britânica Channel 4 cancelou a exibição de um episódio do desenho “Os Simpsons”, no domingo (14). A mudança na programação aconteceu um dia após Donald Trump sofrer um atentado num comício, nos Estados Unidos.
Intitulado “Lisa the Iconoclast”, o episódio estava programado para ir ao ar às 13h. Em uma de suas cenas, a personagem Lisa discursa no pódio de um comício e é se torna a mira de um atirador.
O episódio nem cita, nem faz referências a Trump. Mesmo assim, a emissora suspendeu a exibição. No dia anterior, o candidato presidencial republicano discursava para seus eleitores quando os disparos foram feitos.
Trump foi atingido de raspão na orelha direita. Na sequência, ele foi escoltado por seguranças e retirado do palco. O ex-presidente já recebeu alta e deixou o centro médico que o atendeu.
Serviço Secreto dos EUA identificou há semanas um plano do Irã pra assassinar Trump

Anúncios
Continue Reading

Pop

Torcedor mirim viraliza ao reclamar de show de Shakira na final da Copa América

Published

on


Criança argentina lamentou apresentação de 30 minutos da cantora no intervalo do jogo. ‘E ainda cantou em inglês.’ Torcedor mirim viraliza ao reclamar de show de Shakira na final da Copa América
Reprodução-Twitter
Um torcedor mirim argentino viralizou ao aparecer em uma entrevista reclamando do show da apresentadora na final da Copa América 2024, que aconteceu no domingo (14).
Shakira fez um show de 30 minutos no intervalo da partida entre Argentina e Colômbia. E como o jogo ainda foi para a prorrogação, o repórter da TV argentina C5N comenta com o garotinho que a partida “não terminava mais”.
Embora tenha visto seu time ser o campeão do campeonato, o pequeno torcedor argentino concorda com o comentário e, ainda, emenda uma crítica à cantora colombiana.
“Sim! E esta Shakira, também… Trinta minutos pra fazer esse show de merda. E ainda cantou em inglês.”
Sem reação, o repórter se despede do garoto. Nas redes sociais, o vídeo do torcedor mirim provocou diversos comentários.
“Amamos a Shakira, mas nesse caso, ele tem toda a razão”, escreveu um internauta. “Coitada da Shakira”, disse outro. “Ele tem razão. Por que ela cantou em inglês em uma final entre latino-americanos?”, questionou mais um.

Anúncios
Continue Reading

Pop

Ryan Reynolds e Hugh Jackman, de Deadpool & Wolverine, visitam o Maracanã

Published

on


Ao lado da atriz Emma Corrin, do diretor Shawn Levy e dos jogadores do Flamengo Pedro e David Luiz, os astros entraram no gramado do Maracanã, bateram pênaltis e vibraram com a presença no campo histórico. Elenco de Deadpool & Wolverine conhece o Maracanã
Os astros do filme Deadpool & Wolverine estiveram nesta segunda-feira (15) no Maracanã, na Zona Norte do Rio, e vibraram com a experiência de entrar em campo e balançar as redes no estádio histórico.
Os astros Ryan Reynolds, o Deadpool, e Hugh Jackman, o eterno Wolverine, assim como a atriz Emma Corrin e o diretor Shawn Levy, foram recebidos pelos jogadores do Flamengo Pedro e David Luiz no campo do Maracanã.
Pedro, Emma Corrin, Ryan Reynolds, Hugh Jackman, Shawn Levy e David Luiz no campo do Maracanã
Divulgação
Além do encantamento com o estádio, os astros puderam bater uma bolinha no campo histórico. Todos fizeram questão de registrar o momento em suas redes sociais.
Em cobrança de pênalti, o ator que faz o anti-herói Deadpool nos cinemas vibrou por fazer um gol no Maracanã. Na opinião de Ryan Reynolds, “há poucas coisas melhores do que marcar um gol em um estádio sagrado”. Ele também destacou a emoção do diretor Shawn Levy.
“Se eu tivesse que escolher um, seria a comemoração gratuita após o gol, onde se abandona toda humildade, graça e equilíbrio. Preste muita atenção em Shawn Levy. Este era o seu Waterloo. Esta era a hora dele”, escreveu Reynolds em suas redes sociais.
Ryan Reynolds vibra após marcar um gol no Maracanã
Reprodução redes sociais
O passeio pelo Maracanã faz parte de mais uma ação para o lançamento do filme Deadpool & Wolverine, que no Brasil estreia no próximo dia 25 de julho.
“É um sonho estar aqui no Maracanã. Eu sou um grande fã de futebol e sempre quis visitar este estádio histórico”, disse Reynolds.
Hugh Jackman visitou o Maracanã em ação para divulgar o filme Deadpool & Wolverine
Reprodução redes sociais
Apesar da visita acontecer em um dia sem jogo oficial, a força do estádio fez Hugh Jackman sonhar em conhecer o estádio lotado.
“Eu fiquei imaginando a energia neste lugar quando está cheio de fãs. (…) deve ser incrível. É fácil ver por que ele é considerado um dos estádios mais icônicos do mundo”, comentou o Wolverine.
Mais cedo, Reynolds, Jackman e Levy postaram tomando café em um hotel com a bela vista da Praia de Ipanema, na Zona Sul do Rio.
No domingo (14), Hugh Jackman também aproveitou o dia para andar de bicicleta pela orla e conhecer um pouco das praias de Ipanema e Leblon.
Elenco de Deadpool & Wolverine no Rio nesta segunda-feira (15)
Reprodução
Wolverine passeando pela Zona Sul do Rio
Reprodução redes sociais
Assista o trailer de Deadpool & Wolverine:
Assista ao trailer de ‘Deadpool & Wolverine’

Anúncios
Continue Reading

0 Items Found

No listings found.

Em alta